Geografia e meteorologia

Biogeografia: entrevista com Adriano Figueiró

O professor e pesquisador Adriano S. Figueiró afirma que sociedade e natureza não devem ser pensados como elementos distintos e separados, e sim como dimensões de um mesmo processo: a paisagem pode ser entendida como uma resultante dialética da ação do homem e da natureza em diferentes escalas de tempo e de espaço.

Essa perspectiva está presente no livro Biogeografia: dinâmicas e transformações da natureza, lançamento da editora Oficina de Textos. No jogo rápido desta semana, Figueiró fala sobre a importância e as contribuições que este livro pode trazer para os leitores.

Comunitexto: O que o leitor vai encontrar como diferencial neste livro?

Adriano S. Figueiró: A maior parte do material que tínhamos disponível até agora apresentava traduções de livros publicados nos Estados Unidos, na Inglaterra. Todos os exemplos que eles traziam eram exemplos de fora do país. Acho que o grande mérito deste livro é oferecer uma leitura a partir de exemplos brasileiros ou sul-americanos.

capa_biogeografiaCT: O fato de ele ter sido escrito por um geógrafo também contribui para uma abordagem diferente?

ASF: Grande parte do material publicado sobre biogeografia é escrito por acadêmicos da área da biologia ou áreas correlatas. Então é comum encontrarmos leituras mais naturalistas desse processo, o que dificulta o diálogo com a formação de profissionais no campo da Geografia. Nossa expectativa é construir uma relação mais sólida com a área das Ciências Humanas, com as exigências e as expectativas da formação de um geógrafo.

CT: Como surgiu a ideia de transformar essas questões em livro?

ASF: Na verdade eu já trabalho com a biogeografia há quase 20 anos, leciono sobre esse tema, e fui guardando muito material, fui preparando muita coisa para as aulas. Sempre tive vontade de organizar esse material, de apresentá-lo de uma forma mais didática, e a oportunidade surgiu no contato com a editora Oficina de Textos. Esse livro acumula, na verdade, uma experiência de muitos anos de aula.

 

Sobre o autor

Adriano S. Figueiró é professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), pesquisador do Grupo de Pesquisa em Patrimônio Natural, Geoconservação e Gestão de Águas (PANGEA) e coordenador do Laboratório de Geoecologia e Educação Ambiental (LAGED) do Departamento de Geociências da UFSM. Possui graduação em Geografia pela UFSM, mestrado em Geografia (Utilização e Conservação de Recursos Naturais) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), doutorado em Geografia (Planejamento Ambiental) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Pós-Doutorado em Geoconservação pela Universidade do Minho, em Portugal. Tem experiência na área de Geografia Física, com ênfase em Geoecologia, Geoconservação e Educação ambiental.

Para conhecer mais o livro, acesse aqui.

Para saber mais