Geologia e mineração

Como as rochas se fundem na Terra?

rochas-vulcão-vulcanologia
Vista detalhada de costa vulcânica com altas falésias e ondas quebrando sobre rochas vulcânicas, Portugal. (Imagem: Depositphotos)

A existência de vulcões na Terra implica uma fonte interna de calor que é responsável pela fusão das rochas e também um caminho para que as rochas fundidas cheguem até a superfície. Para entender por que as rochas se fundem, o ponto inicial é a estrutura interna da Terra.

Nosso planeta é formado por camadas que são definidas por sua composição e por seu comportamento. A Fig. abaixo mostra uma seção esquemática da estrutura da Terra a partir de seu centro (a cerca de 6.378 km da superfície) até a fina camada externa denominada crosta e a atmosfera.

A estrutura básica da Terra pode ser dividida nas seguintes camadas: núcleo interno, com um raio de cerca de 1.200 km e composto basicamente de ferro sólido; núcleo externo, com cerca de 2.300 km de espessura, composto de ligas de ferro e níquel no estado líquido. O campo magnético da Terra seria originado nessa camada.

Corte transversal da Terra mostrando as diferentes partes da estrutura interna. Fonte: Serviço Geológico Americano. (Imagem retirada do livro Introdução à Vulcanologia. Todos os direitos reservados à Oficina de Textos)

A próxima camada é o manto, que tem uma espessura de 2.900 km, é composto de minerais ricos em ferro e magnésio e tem um comportamento viscoso ou sólido.

A lenta circulação de calor no manto através do tempo é uma das forças motoras para o processo de tectônica de placas e é muito importante para a compreensão dos vulcões. A crosta é a camada externa na Terra e é dividida em continental e oceânica.

Essa camada tem espessura variável; a crosta continental pode ter de 35 km a 70 km de espessura, ao passo que a crosta oceânica tem de 8 km a 10 km de espessura. A crosta continental é formada predominantemente por silicatos ricos em alumínio, ao passo que a crosta oceânica possui minerais ricos em ferro e magnésio.

Leia também

Receita do Dr. Vulcão para fundir rochas

Espectros de rochas ígneas

A crosta e a parte superior do manto, que possui comportamento rígido, formam a litosfera. Acredita-se que no início a Terra era uma massa fundida na qual todos os elementos estavam misturados.

Com o passar do tempo, os elementos pesados e leves foram se separando em um processo conhecido como diferenciação, resultando em um núcleo rico em minerais pesados e em outras camadas ricas em minerais mais leves (manto e crosta) até a atmosfera, composta de gases.

Os vulcões modernos atuam nesse processo de diferenciação e são responsáveis pela perda de voláteis do interior da Terra para a atmosfera.

Matéria publicada em 22.01.2020


Tudo a ver

Em Introdução à vulcanologia, o cientista britânico Dougal Jerram responde a questões como: O que são os vulcões? Como os vulcões se relacionam com as placas tectônicas e o movimento de continentes? Como eles afetam o clima da terra? É possível prever erupções? entre outras. Uma obra tão fascinante quanto os próprios vulcões.

Para saber mais