Definições e nomenclaturas para o estudo da patologia das construções

Matéria publicada em 19.9.2019

O pedaço arrancado pela água tem mais de 50 metros. A ciclovia é suspensa e junto ao mar. (Fábio Motta/Estadão Conteúdo – 21.04.16)

Patologia das construções: É a ciência que estuda os defeitos e as falhas em edificações e construções em geral

Patólogo ou inspetor: É o profissional que trabalha com patologia das construções

Vida útil de projeto (VUP): Vida útil prevista e demonstrada no projeto executivo, com manutenção realizada de acordo com o estabelecido no manual de uso, operação e manutenção

Manutenção: Pode ser a preventiva, corretiva, preditiva e detectiva. Ver NBR 5674 (ABNT, 2002)

Manifestação patológica: São os defeitos, falhas e danos observados nas construções. Por exemplo, uma fissura ou um manchamento de elemento estrutural

Profilaxia: São as medidas preventivas adotadas para que não ocorram
problemas nas construções. Por exemplo, adotar um cobrimento de
concreto adequado para proteger as armaduras da corrosão

Sintomatologia: É o estudo de como os defeitos se manifestam visualmente, no qual um patólogo ou inspetor se baseia para um diagnóstico preliminar do problema. O diagnóstico preliminar depende muito da experiência do profissional e de conhecimento prévio de casos similares

Anamnese: É a análise de documentos, projetos e do histórico da edificação. Pode incluir entrevistas com moradores ou usuários com conhecimento sobre o objeto de estudo, como um síndico ou vizinho antigo

Ensaios não e semidestrutivos: Os ensaios não destrutivos não causam qualquer dano ao objeto de estudo, como no caso de uma esclerometria ou ultrassom. Já os ensaios semidestrutivos causam alguma perturbação, como quando se extrai um corpo de prova de concreto para averiguar a resistência do elemento

Diagnóstico: É a busca por se entender o que aconteceu. Qual o fenômeno instalado, por que ocorreu, quais as consequências: deve explicar os sintomas, as origens e o mecanismo dos fenômenos envolvidos

Prognóstico: É o que irá ocorrer com a edificação enferma caso nada seja feito para corrigir ou estancar o problema. Por exemplo, o prognóstico para uma viga com corrosão de armadura pode ser o seu colapso estrutural

Terapia: É a correção dos danos. Pode ser um reforço, reparo, restauro, retrofit, entre outras opções.


Tudo a ver

Em pré-venda na loja Ofitexto, Patologia de estruturas vem preencher uma lacuna nesta área que visa garantir as condições de segurança e a funcionalidade das estruturas, sendo uma importante referência para estudantes, técnicos, engenheiros e arquitetos.