Entrevista: Sebastião Menezes fala sobre seu livro

Sebastião Menezes, autor, em entrevistaCT: O senhor acabou de lançar o livro Rochas: Manual fácil de estudo e classificação. Qual é o objetivo principal para o lançamento desta obra?

Sebastião Menezes: O objetivo principal é deixar para estudantes iniciais de geologia e de cursos de geografia, engenharia agronômica, ciências biológicas, química e outros cursos afins com as geociências a experiência e o conhecimento adquirido ensinando noções de petrografia (descrição e identificação das rochas) em cursos de graduação de duas universidades federais (UFRRJ e UFJF).

CT: Como surgiu a ideia de escrever este livro?

SM: Este livro foi construído ao longo dos anos de magistério na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). É fruto de sucessivas revisões e aperfeiçoamentos das apostilas organizadas, desde 1973, para as disciplinas que lecionava e uso em minicursos ministrados em diversos eventos na UFJF.

CT: Qual a importância do lançamento deste manual para o entendimento fácil das rochas?

SM: A organização do texto está centrada principalmente na resposta para a pergunta “Que rocha é esta?” e oferece uma orientação geral de como se reconhecer macroscopicamente uma rocha e os meios de enquadrá-la em um determinado grupo sem se preocupar, inicialmente, com os processos de sua gênese.

CT: Quais são os maiores destaques do Rochas: Manual fácil de estudo e classificação?

SM: Além da descrição das texturas, estruturas e dos principais minerais formadores de rochas o livro inclui capítulos sobre os processos de formação das rochas quanto à origem. Ele inclui, também, uma Chave para Reconhecimento Macroscópico de Rochas, a lista com o nome de todas as rochas mencionadas no texto e das constantes da chave e um Glossário com termos técnicos para facilitar o entendimento do conteúdo do livro.

CT: O livro apresenta um roteiro para o estudo das rochas com base nos fundamentos da Petrologia. Qual a importância da obra para os estudantes de Geologia?

SM: Considero o livro importante para estudantes que precisam de conhecimentos de geologia em seus cursos de graduação porque o livro descreve as rochas mais comuns e orienta na sua identificação macroscópica.

CT: O livro apresenta a inclusão da chave pra reconhecimento macroscópico de rochas. Poderia falar mais sobre o assunto?

SM: A chave é uma orientação de caráter prático para facilitar e familiarizar o estudante na descoberta do nome de uma rocha a partir da observação de características importantes da mesma, que são visíveis macroscopicamente, e no seu registro, de modo a conduzir a uma descrição clara da amostra analisada.

CT: Além dos estudantes de Geologia, quem mais pode usar esta obra?

SM: Além dos estudantes das séries iniciais dos cursos de geologia, a informação contida no texto deste livro tem sido importante para alunos de geografia, engenharia agronômica, ciências biológicas e outros cursos que exigem de seus estudantes conhecimentos básicos do meio físico, ou seja, dos materiais constituintes da crosta terrestre.

CT: O livro lançado anteriormente pela Editora, Minerais comuns e de sua importância econômica, já está em sua 2 a edição. Como essas obras se complementam?

SM: As rochas são constituídas de associações de minerais. Sendo assim, qualquer um que pretenda um melhor rendimento no estudo das rochas recomenda-se um conhecimento prévio dos principais minerais formadores de rochas. Este conteúdo está bem explanado em Minerais Comuns e de importância econômica. O livro Rochas: Manual fácil de estudo e classificação descreve, resumidamente, os minerais que constam da chave.

CT: Gostaria de ponderar algo mais sobre esta importante obra para nossos leitores?

SM: Da minha parte, espero que o livro Rochas: Manual fácil de estudo e classificação alcance a mesma aceitação do livro Minerais Comuns e de importância econômica e que os mesmos possam ser úteis para estudantes de geologia, bem como na vida profissional daqueles que necessitem de algum conhecimento do meio físico no desempenho de suas tarefas.

Sobre o autor:

Sebastião Menezes possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1967), especialização em Morfologia Tropical (1968) e mestrado em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1973). Professor adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1968/1993) e da Universidade Federal de Juiz de Fora (1995/2009). Estudioso da geologia do estado do Rio de Janeiro, tendo aprofundado estudos sobre os pegmatitos da região. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geologia Ambiental, atuando principalmente em Geomorfologia. Já publicou mais de 50 trabalhos científicos e três livros, um deles já em segunda edição.

Compartilhe este conteúdo

Conhece alguém interessado? Indique.