Flávio Ponzoni (INPE) fala sobre a importância da calibração de sensores orbitais

Coautor das obras Calibração de sensores orbitaisSensoriamento remoto na Vegetação, ele tem se dedicado a desenvolver metodologias voltadas à calibração absoluta de sensores remotamente situados.

Pesquisador titular da Divisão de Sensoriamento Remoto do Inpe, Prof. Flávio Jorge Ponzoni tem um grande compromisso com a difusão de conhecimento nessa área de Geotecnologias e aplicações, como demonstra sua participação como autor-consultor em nosso núcleo de Educação a Distância, Ofitexto EAD.

Em setembro, ele apresentará nesse canal uma palestra sobre Calibração de sensores orbitais e, em outubro, prepara-se para a 3ª edição de seu elogiado curso on-line Conversão de imagens de satélite em grandezas físicas.

Nesta entrevista, o professor enfatiza a importância da calibração absoluta de sensores orbitais para quem atua com Sensoriamento Remoto e convida todos a participarem desta rica discussão. Confira:

Ofitexto: Por que a calibração absoluta de sensores orbitais faz a diferença para profissionais que trabalham com SR?

Flávio Ponzoni: Porque lhes permite explorar os dados gerados (imagens) de uma forma mais ampla. As imagens, por exemplo, deixam de ser encaradas como “fotografias”, e sim como coleções de dados radiométricos que guardam relações com propriedades geofísicas ou biofísicas.

Ofitexto: O que esta palestra proporciona? Qual é o seu principal diferencial?

FP: A palestra proporcionará a oportunidade de conhecer um pouco dos conceitos da calibração absoluta e de como ela foi incorporada às missões de observação da Terra no Brasil. Seu diferencial é mostrar um pouco daquilo que fundamenta as imagens orbitais.

Ofitexto: Como o espectador poderá utilizar esse conhecimento para aprimorar seu currículo profissional?

FP: O conhecimento transmitido pretende estimular os participantes a utilizarem as imagens sob um novo olhar. Espera-se que depois das informações que lhes serão transmitidas, eles sejam capazes de ousar mais no uso de imagens orbitais em seus trabalhos e assim sofisticar aplicações tornando-as mais inovadoras e criativas.

Também segundo o autor-consultor, quem se interessará por essa discussão são professores que utilizam técnicas de Sensoriamento Remoto no estudo dos recursos naturais, estudantes de graduação e pós-graduação e demais profissionais usuários de sensores orbitais.

Como funciona: você recebe o link exclusivo em seu e-mail para assistir a palestra on-line e ao vivo.

Quando: 4 de outubro (quarta-feira) às 14h30 (Horário de Brasília).

Certificado: assinado por Flávio Ponzoni e editora Oficina de Textos, com carga horária informada de 2 horas.

Investimento: R$ 49,00

Inscrições: através do website https://www.ofitexto.com.br/curso/calibracao-de-sensores-orbitais/

Para mais informações ou dúvidas, entre em contato com ead@ofitexto.com.br ou pelo Whatsapp (11) 9 5888 1998.

Compartilhe este conteúdo

Conhece alguém interessado? Indique.