Geomorfologia: Formas de relevo

Neste rápido guia vamos analisar as diferenças entre cada formação

A superfície terrestre não é plana nem uniforme em toda a sua extensão. Ao contrário, caracteriza-se por elevações e depressões de diferentes formas (horizontais ou tabulares, convexas, côncavas, angulares e escarpadas), que constituem seu relevo.

Fruto de uma interação entre litosfera, atmosfera, hidrosfera e biosfera, o relevo da superfície terrestre é repleto de planícies, morros, colinas, planaltos, etc. Mas qual a diferença entre eles?

Parece simples e objetivo, mas o excesso de confiança na hora de responder costuma colocar muitos estudantes em apuros. Especializados em geomorfologia, nós da Oficina de Textos, vamos te explicar!

Planície – superfície muito plana com no máximo 100 metros de altitude. É formada pelo acúmulo recente de sedimentos movimentados pelas águas do mar, de rios ou de lagos. Representa uma porção modesta no relevo brasileiro. Ex: planície do Rio Amazonas, planície do Rio Araguaia, planície das Lagoas dos Patos e Mirim e planícies litorâneas.

Planície do Rio Araguaia/ Foto: Eduardo Vessoni

 

Planalto – ao contrário do que o nome sugere, é uma superfície irregular com altitude acima de 300 metros. É o produto da erosão sobre as rochas cristalinas ou sedimentares. Pode ter morros, serras ou elevações íngremes de topo plano (chapadas). Ex: planalto Central, planalto das guianas e chapada do Araripe.

Monte Roraima/ Foto: LeonardoG

 

Montanha – é uma forma de relevo que se caracteriza pela elevada altitude. Suas elevações geralmente possuem “altura” superior a 300 metros em relação à sua base. As montanhas mais elevadas resultam de desdobramentos, isto é, de forças internas que provocaram enormes dobras nas rochas. Ex: Monte Everest (Ásia), Aconcágua (América do Sul) e Kilimanjaro (África).

Monte Everest/ Foto: Joe Hastings

 

Colina, morro ou cerro – é caracterizado por pequena elevação de terreno com decline suave. Suas elevações possuem altura inferior a 300 metros, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE). Ex: Mar de Morros, na Serra do Mar em Curitiba e em Minas Gerais.

Mar de Morros/ Foto: Letícia Teixeira Palla Braga

 

Clique em Geomorfologia: Formas de relevo (Part. 2) para ver outros exemplos.

E para ver livros relacionados ou de outros temas acesse nossa loja virtual.

Compartilhe este conteúdo

Conhece alguém interessado? Indique.