Possibilidades de atuação em gestão de resíduos: entenda o cenário atual do mercado

Um dos principais desafios do setor da construção civil atualmente é a gestão dos resíduos sólidos. Estes, por definição, são considerados todo tipo de entulho gerado no processo construtivo, seja de edificações verticais, como edifícios e casas, seja em obras portuárias e ferroviárias, por exemplo. 

A problemática do setor está na necessidade de conciliar a geração dos resíduos com alternativas ambientalmente conscientes, como a reciclagem e o reaproveitamento desses materiais. Em constante crescimento, o setor da construção civil conta com diversas possibilidades de investimento em áreas de recebimento de materiais excedentes de obras. 

Conversamos com André Nagalli, autor da obra Aspectos quantitativos da geração de resíduos da construção civil sobre o atual cenário do mercado nesse setor de obras. Confira!

A área de gestão de resíduos oferece diversas oportunidades de investimento

De acordo com Nagalli, o mercado na área da gestão de resíduos tem as portas abertas para profissionais desse ramo que tenham interesse em investir em negócios com foco no gerenciamento de materiais provindos de obras da construção civil, uma vez que é cada vez mais urgente pensar em soluções para o descarte desses produtos de maneira sustentável

Segundo o professor, há possibilidades tanto para pessoas que têm foco maior na reciclagem propriamente dita, quanto para quem pensa em gerenciar uma área de recebimento de resíduos de obras, como zonas de transbordo e triagem e aterros. É possível considerar o investimento em uma usina de reciclagem de resíduos gerais, e até mesmo focada em um único tipo de material, como madeira, papel ou plástico

Uma das possibilidades no mercado da gestão de resíduos sólidos é a criação de usinas de reciclagem
Uma das possibilidades no mercado da gestão de resíduos sólidos é a criação de usinas de reciclagem. Imagem de Martin Stadober/Pixabay

Nagalli ainda sugere que profissionais que almejam abrir negócios pensando na melhor estratégia de gestão de resíduos de obras possam considerar aderir a uma lógica de desenvolvimento de produtos que contribuam com o descarte sustentável dos materiais de modo geral. 

Segundo ele, essa estratégia pode minimizar a geração de resíduos diretamente na fonte: “é possível desenvolver materiais de construção que tenham menos embalagens, embalagens biodegradáveis ou com mais possibilidades de reciclagem”, diz. Esse tipo de ideia “facilita a logística reversa em um processo de economia circular”. 

Atuação nas construtoras

Além das diversas possibilidades de investir em soluções sustentáveis para os resíduos sólidos da construção civil, André Nagalli também fala sobre a atuação dentro das construtoras. O profissional encarregado do gerenciamento dos materiais remanescentes das obras tem sido cada vez mais solicitado nessas companhias. 

O professor explica que, “com a obrigatoriedade do uso da plataforma MTR/SINIR, surgiu a necessidade de que as construtoras se adaptem e aloquem recursos humanos na gestão dos documentos necessários para o registro do transporte dos materiais”. 

Profissionais dedicados à gestão de resíduos da construção civil são cada vez mais requisitados por empresas da área
Profissionais dedicados à gestão de resíduos da construção civil são cada vez mais requisitados por empresas da área. Imagem de Borko Manigoda/Pixabay. 

Segundo ele, para as empresas, essa burocracia é necessária, já que as obras são constantemente fiscalizadas a respeito da emissão dos documentos do MTR, portanto os profissionais atuantes na organização dos registros de conformidade documental das obras estão cada vez mais requisitados. 

E-book publicado pela Ofitexto trata da gestão de resíduos da construção civil

Publicado em fevereiro de 2021, o livro Aspectos quantitativos da geração de resíduos da construção civil, de André Nagalli, aborda de forma didática e completa diversos assuntos relacionados a essa temática, como os processos geradores e a identificação dos resíduos, sistemas e unidades de medida, densidade aparente e variações volumétricas, entre outros. 

Capa do livro Aspectos quantitativos da geração de resíduos da construção civil
Capa do e-book Aspectos quantitativos da geração de resíduos da construção civil, de André Nagalli.

Os capítulos contam com tabelas e ilustrações desenvolvidas pelo próprio autor, que visam facilitar a compreensão e tornar mais viável a prática da gestão dos resíduos, uma vez que Nagalli se utiliza de dados verificados e utilizados por especialistas da área em todo o mundo. 

O livro está disponível em versão exclusiva em e-book na livraria técnica da Ofitexto.