Métodos de análise para grandes escavações

O Engenheiro Jarbas Milititsky, especialista em investigação geotécnica, fundações e contenções, mostra em seu livro os métodos de análise, suas vantagens e limitações

métodos-análise-escavações-perímetro
Obra em implantação com solução num dos alinhamentos em talude e estrutura de contenção em concreto armado convencional vinculada à estrutura. (Imagem retirada do livro Grandes escavações em perímetro urbanoEd. Oficina de Textos – Todos os direitos reservados)

 

Para as grandes escavações em perímetro urbano são definidos alguns métodos de análise fundamentais para a preparação e a execução das obras: métodos de equilíbrio-limite, métodos usando simulação de viga com apoio elástico (subgrade-reaction – Winkler), além dos métodos de elementos finitos e diferenças finitas.

Esses métodos apresentam as vantagens e limitações das diferentes abordagens na solução do problema de cálculo, segundo uma publicação de 2003 da CIRIA (Associação de pesquisa e informação da indústria da construção). Veja a seguir!

Equilíbrio-limite

Tem como vantagens necessitar do conhecimento apenas dos parâmetros de resistência do solo e ser simples e direto.

As desvantagens referidas são as de não considerar a interação solo x estrutura, não calcular deformações e deslocamentos, resolver somente a condição bidimensional e não considerar o estado de tensões preexistente à escavação.

Métodos usando simulação de viga com apoio elástico (subgrade-reaction)

Apresentam as vantagens de modelar a interação solo x estrutura na sequência construtiva, calcular movimentos da contenção, ser relativamente simples e os resultados considerarem o estado de tensões anterior à escavação.

Como limitações, são referidas as seguintes: comportamento do solo representado de forma simplificada, módulos do terreno de difícil avaliação, métodos somente bidimensionais, bermas de contenção de difícil representação no modelo, movimentos ao redor da escavação não determinados.

Métodos de elementos finitos e diferenças finitas

Apresentam as vantagens de modelar a interação solo x estrutura na sequência construtiva, modelos complexos poderem representar variação de rigidez do solo com deformações e anisotropia, calcular movimentos da contenção e do solo vizinho, levar em consideração o estado de tensões preexistente no local, poder modelar adensamento, poder analisar casos bidimensionais e tridimensionais e ter potencial de boa representação da resposta da poropressão.

As limitações conhecidas são as seguintes: serem demorados na representação da geometria e cálculo, a qualidade dos resultados depender da disponibilidade dos modelos tensão x deformação para o terreno, dados com alta qualidade serem necessários para a obtenção de resultados realmente representativos, pacotes de programas com caracterização estrutural pobre, necessitarem de bastante experiência no uso do software pelo usuário.

Tudo a ver

grandes escavações-perímetro urbano-métodos de análise-ofitextoEstá disponível em nossa loja o livro Grandes escavações em perímetro urbano, no qual o autor Jarbas Milititsky explica quais as condicionantes a serem consideradas no projeto, como características do solo, nível freático, condições das edificações vizinhas e contaminação do solo, indicando as técnicas e procedimentos recomendados para a obtenção e análise de dados, cálculo das estruturas de contenção e acompanhamento de deslocamentos.