Patologia das construções: Prazos de garantia de recomendados no Brasil

Matéria publicada em 12.11.2019

Há uma estreita correlação entre as responsabilidades na construção civil e a garantia do produto entregue ao usuário. O prazo para protesto de falhas construtivas apresentadas em uma edificação é direito do usuário (consumidor), sendo disposto no Código de Defesa do Consumidor (CDC). (Imagem: Sintraconsp)

A NBR 15575 (ABNT, 2013) define como prazo de garantia contratual aquele período de tempo previsto em lei, igual ou superior ao prazo de garantia legal, oferecido voluntariamente pelo fornecedor (incorporador, construtor ou fabricante) na forma de certificado ou termo de garantia ou contrato, para que o consumidor possa reclamar dos vícios aparentes ou defeitos verificados na entrega de seu produto.

Leia também

Patologia das construções e vida útil das edificações

Patologia de estruturas: Entrevista com os autores

Esse prazo pode ser diferenciado para cada um dos componentes do todo. No quadro a seguir são detalhados os prazos de garantia recomendados – mas não exigidos – pela norma para alguns sistemas, correspondentes ao período de tempo em que é elevada a probabilidade de que eventuais vícios ou defeitos em um sistema, em estado de novo, venham a se manifestar, decorrentes de anomalias que repercutam em desempenho inferior àquele previsto.

Imagem retirada do livro Patologia de estruturas. Todos os direitos reservados à Oficina de Textos.

Tudo a ver

Amplamente ilustrado e com casos reais comentados, Patologia de estruturas vem preencher uma lacuna nesta área que visa garantir as condições de segurança e a funcionalidade das estruturas, sendo uma importante referência para estudantes, técnicos, engenheiros e arquitetos.