Controle de obras e Planejamento: Entrevista com Aldo Dórea Mattos

O conceituado engenheiro civil conversa com a equipe do Comunitexto sobre o lançamento da segunda edição do livro Planejamento e controle de obras, agora publicado pela Oficina de Textos.

controle de obras-planejamento-orçamentos
(Imagem: Divulgação)

Comunitexto: De onde vem sua motivação para escrever livros técnicos?

Eng. Aldo D. Mattos: Quando comecei a carreira de engenheiro de obra, eu me dei conta de que tinha uma boa bagagem da parte técnica da engenharia, porém me faltavam fundamentos de assuntos mais ligados a gestão: custos, planejamento, contratos. Comecei a compilar apostilas e apontamentos, até que um dia decidi escrever meu primeiro livro apresentando o assunto “como eu gostaria de ter aprendido”.

CT: Considera esse lançamento um complemento do “Como preparar orçamentos de obras”?

Eng. Aldo D. Mattos: Não necessariamente. Os assuntos são conexos, mas um livro não é continuação ou complemento do outro. Em um, eu abordo a teoria de como orçar uma obra; no outro, de como planejar uma obra. Muita gente possui apenas um livro, porque só atua em uma dessas especialidades. Eu entendo que ler os dois dá uma base mais sólida a quem quer trabalhar em obra, seja como construtor, seja como gestor público ou fiscal.

CT: Como planejar e controlar uma obra de maneira eficiente?

Eng. Aldo D. Mattos: O segredo está em montar um cronograma que seja racional e aceito de forma geral. O cronograma descreve em barras sequenciadas o plano de ataque da obra. Esse plano precisa ser de conhecimento (e concordância) geral e ter atividades dimensionadas de acordo com produtividades adequadas. Esse é o desafio.

Leia também

Planejamento de obras: Deficiência das empresas

Como funciona o orçamento nas empresas?

CT: Quem são os responsáveis por elaborar o planejamento de uma obra?

Eng. Aldo D. Mattos: Formalmente, um engenheiro (ou equipe) de planejamento, mas ele precisa de informações do setor de orçamento, suprimento e produção. O envolvimento de todos é passo para o sucesso.

CT: Na sua visão, o que realmente é um planejador?

Eng. Aldo D. Mattos: Um profissional que vê a obra como um todo, conhece o plano de ataque, define com clareza a sequência das atividades, estipula durações, dimensiona equipes e acompanha o progresso da obra para identificar atrasos e propor medidas de recuperação de prazo.

CT: Qual a diferença entre gerenciamento de projetos e planejamento e controle de obras?

Eng. Aldo D. Mattos: Planejamento e controle estão contidos no conceito mais amplo de gerenciamento de projetos. O termo projeto se refere ao empreendimento como um todo. Gerenciamento de projetos envolve gerenciamento das comunicações, das aquisições e dos recursos humanos, dimensões que estão além do planejamento, que na verdade é o gerenciamento do tempo.

Matéria publicada em 18.02.2020


Tudo a ver

Com uma abordagem lógica e de fácil compreensão, Planejamento e controle de obras é um guia essencial para todo profissional que precisa controlar custos, evitar atrasos e garantir o sucesso do empreendimento.