Poços tubulares profundos: problemas mais frequentes

Detectar a origem de um problema em um poço tubular requer um minucioso exame das variáveis medidas periodicamente, associadas com os registros de desempenho do equipamento de bombeamento.

Para isso deve-se dividir os poços tubulares em duas categorias, porque, uma vez conhecidos os processos de construção dos poços e suas características litológicas básicas, torna-se mais simples a elaboração de um roteiro para solucionar os problemas observados.

Poços perfurados em rochas cristalinas

Na perfuração em terreno cristalino, a passagem de água se dá diretamente pela percolação através de fendas, fraturas, fissuras e brechas da própria rocha. Não é preciso instalar tubos de revestimento ou filtros na rocha sã.   

Poços perfurados em rochas sedimentares

O fluxo de água para o interior do poço se realiza por um meio poroso e permeável, pelas aberturas na tubulação de revestimento e seções filtrantes. A constatação da presença de uma tubulação em um poço e a existência de seções filtrantes introduz aspectos que devem ser considerados. Basicamente, eles decorrem não só do tipo de aquífero, mas principalmente do tipo de seções filtrantes que foram aplicadas ao poço, suas características, porcentagem de área aberta, localização precisa etc.

Filtros

Para avaliar a importância desse item e dos reflexos que ocasionará, são destacados os principais tipos de filtros existentes no mercado e as consequências da utilização de um ou outro filtro. Os mais conhecidos são: tubos rasgados, tubos perfurados, tubos ranhurados ou tubos filtros.

Snap 2014-08-06 at 21.23.59
Tipos de filtro – Fonte: livro “Águas subterrâneas e poços tubulares profundos – 2ª Ed.” Todos os direitos reservados.

Os problemas mais frequentes

Com base nessa diferença, são diagnosticados os problemas mais frequentes que ocorrem em poços e determinadas as soluções. As causas dos problemas que ocorrem em poços podem ser de origem mecânica, hidráulica e de qualidade química da água. Na prática, essas causas atuam de forma combinada, tornando difícil a identificação do fator predominante. São elas:

  • Obstruções de seções filtrantes;
  • Produção de areia;
  • Deterioração da estrutura do poço;
  • Defeitos no equipamento de bombeamento;
  • Problemas hidráulicos;
  • Problemas por causa da qualidade da água;
  • Atividade bacteriana;

 Tudo a ver

aguas-subterraneas-e-pocos-tubulares-profundos--fedc5dNo livro Águas subterrâneas e poços tubulares profundos, poderá encontrar todos os detalhes de cada causa referente a manutenção de poços tubulares profundos e equipamentos de bombeamento. A segunda edição, totalmente atualizada e lançada em 2013,  esclarece os termos e os conceitos da Hidrogeologia, não só para iniciantes, como também para os usuários e os técnicos que lidam com o setor.

Abrange tópicos teóricos, como elementos de hidrologia subterrânea e de superfície, e práticos, sobre perfilagem de poços, operação e manutenção de poços tubulares profundos e gerenciamento de recursos hídricos, entre outros.

Para saber mais, clique aqui.