Subdivisão do estudo dos solos

Matéria publicada em 15.10.2019

Na Ciência do Solo, como em qualquer área do conhecimento, surgem ramificações ou especializações, uma vez que o estudo dos solos como recurso natural pode incluir pesquisas relacionadas a vários aspectos

Por isso, como existem subdivisões, estas são, algumas vezes, termos usados como sinônimo de Ciência do Solo. O termo Edafologia (do grego edaphos = terra ou terreno) é usado para se referir a finalidades práticas ligadas principalmente à agronomia.

A Pedologia destaca‑se como refúgio do estudo do solo dentro do seu conceito total, básico e essencial. (Imagem: Divulgação)

Já o vocábulo Pedologia tem sido usado como referência aos estudos de gênese, classificação e mapeamento dos solos. No Brasil, a Ciência do Solo dividiu‑se em várias outras subáreas do conhecimento, como Fertilidade, Química, Física, Microbiologia, Manejo Agrícola do Solo etc.

A área de Fertilidade do Solo (por vezes inserida na Edafologia) preocupa-se com a capacidade da camada mais superficial do solo, onde se concentra a maior parte das raízes das plantas cultivadas.

Frequentemente enfatiza os chamados “testes de análise química do solo”, desenvolvidos para dar indicações relacionadas às necessidades de correção da acidez e fertilização do solo que está sendo cultivado.

Leia também

Lições de pedologia: Conceitos de solo

As vantagens do Mapeamento Digital do Solo

Levantamento pedológico: entrevista com Igo Lepsch

A Pedologia destaca‑se como refúgio do estudo do solo dentro do seu conceito total, básico e essencial. Um profissional da Ciência do Solo que se diz pedólogo deve interessar‑se tanto pela camada superficial do solo como pelas demais, procurando entender como se formaram (pedogênese).

Ele primeiro considera o solo como um objeto em si, não se preocupando de imediato com aplicações práticas. Para o pedólogo, solo é algo dinâmico, que teve sua formação iniciada a partir de uma rocha que se desagregou mecanicamente e se decompôs quimicamente, até formar um material solto que, com o passar do tempo, se espessou, modificando‑se e individualizando‑se.

Qual o papel da Pedologia como subdivisão da Ciência do Solo? Ela tem alguma aplicação prática para a atual sociedade?

A Pedologia, uma subdivisão da Ciência do Solo, preocupa‑se com os aspectos genéticos do solo, sua organização morfológica resultante da atuação dos fatores de formação, seu mapeamento e o entendimento da distribuição dos solos na paisagem.

Portanto, é uma subdivisão que, originalmente, trata de aspectos científicos mais básicos relacionados ao solo, estudado como corpo individual desenvolvido sob condições naturais específicas.

Entretanto, a Pedologia tem importantes aplicações diretas e indiretas: fornece conhecimento básico a respeito da estrutura química, mineralógica, física e morfológica de um dado solo, algo fundamental para futuras aplicações agrícolas, geotécnicas e mesmo ecológicas; possibilita a diferenciação de classes de solo e, portanto, sua categorização; permite a construção de mapas e modelos de evolução na paisagem, facilitando o entendimento a respeito da distribuição dos solos no planeta.


Tudo a ver

Essa matéria foi retirada do livro 19 lições de pedologia, de Igo Lepsch. Com intuito de estudar a Ciência do Solo, o Prof. Igo aborda desde rochas e minerais que dão origem aos solos, passa pelos processos de intemperismo, fundamenta e apresenta o Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos.