Avaliação Pós-Ocupação: Entrevista com as organizadoras

Rosaria Ono, Sheila W. Ornstein, Simone Villa e Ana Judite G. L. França sabem tudo de APO e falaram ao Comunitexto sobre o livro Avaliação pós-ocupação: na arquitetura, no urbanismo e no design – da teoria à prática Comunitexto: Como surgiu a ideia de escrever o livro? Rosaria Ono: A Professora Sheila, uma das pioneiras […]

Peculiaridades da APO

A avaliação pós-ocupação surgiu apoiada no compromisso com o desempenho ambiental do ambiente construído, nos países desenvolvidos nos anos 1960 e no Brasil em 1984   Ela se diferencia de outros tipos de avaliação aplicada ao ambiente construído tanto por interferir diretamente em seu processo de produção quanto por valorizar a opinião do usuário, em […]

Da avaliação pré-projeto à avaliação pós-ocupação

Ambas as formas de avaliação são imprescindíveis para garantir um projeto inteligente desde a sua concepção até depois do seu uso   Avaliações podem se configurar em procedimentos para a gestão da qualidade no processo de projeto, construção, uso, operação e manutenção de ambientes construídos. Entre elas, são particularmente relevantes aos projetistas a avaliação pré-projeto […]

APO e avaliação de desempenho

Existe um grande passivo de edificações existentes que necessitam ter seu desempenho avaliado, visando decisões futuras de pequenos ajustes, reformas, retrofits ou até demolição e reconstrução   Historicamente, no Brasil, desde a década de 1980 as APOs já adotavam os conceitos de desempenho para a avaliação técnica do ambiente construído com base na norma internacional […]

Sheila Ornstein e a Avaliação Pós-Ocupação

A habitação é atualmente uma das maiores necessidades de construção do País a ser atendida devido ao grande déficit que esta área apresenta. Nesse contexto, o melhoramento técnico-científico tanto do conhecimento como da mão de obra é imprescindível para que a evolução e a aplicação correta das técnicas construtivas estejam alinhadas à demanda do mercado […]