[Pré-venda] Plantas daninhas - Vol. 3: avanços tecnológicos

Disponível em:
    Termos e condições da pré-venda:
    1. O preço promocional de pré-venda é válido para pedidos efetuados até as 23h59 do dia 29/2/2024, com pagamento confirmado até o dia 4/3/2024 (para depósito bancário) ou até o vencimento do boleto bancário. Pedidos não pagos até a data estabelecida serão cancelados. Do dia 1/3/2024 em diante, será praticado o preço de capa de R$ 176,00 para versão impressa e R$ 90,00 para versão digital.
    2. O envio do livro está previsto para acontecer a partir do dia 7/3/2024 (a confirmar), independente da aquisição em condição de pré-venda ou não. Outros livros porventura adquiridos junto com a pré-venda serão enviados todos na mesma data, a partir do dia 7/3/2024 (a confirmar).
    3. A pré-venda oferecida no site não dá direito ao frete grátis.
    4. O desconto promocional de pré-venda não é cumulativo com outras promoções ou descontos vigentes, incluindo benefícios concedidos para professores e estudantes.
    5. Compra sujeita a análise.
    6. Esta oferta não é válida para compras no atacado.
    7. Número de páginas do livro sujeito a alteração posterior.

    A ciência aplicada das plantas daninhas está em constante evolução, conforme mais descobertas são feitas acerca dos mecanismos de sobrevivência das plantas que têm o infortúnio de se tornar indesejáveis na produção agrícola. Nesse contexto, Plantas daninhas: avanços tecnológicos explora algumas temáticas mais recentes dessa área, sem perder de vista o ideal objetivo do produtor: manter a produtividade da cultura de interesse e controlar a presença das ervas daninhas de maneira mais sustentável.

    Os herbicidas são ferramentas importantes no controle de plantas daninhas na agricultura moderna, sendo aplicados com tanta frequência que espécies de plantas-alvo e não alvo são expostas a doses subletais desses compostos em condições de campo. Herbicidas em baixas doses podem ser usados para modular beneficamente o crescimento, o desenvolvimento ou a composição da planta, devido ao efeito estimulador conhecido como hormese, objeto de estudo do primeiro capítulo desta obra.

    Os demais capítulos exploram outras tecnologias e ferramentas em desenvolvimento para aprimorar o manejo de plantas daninhas. No segundo capítulo, são introduzidas as culturas geneticamente modificadas (trangênicos) com resistência específica a determinados herbicidas, que, após o surgimento de biótipos de plantas daninhas resistentes, elevaram a possibilidade de rotação de herbicidas com diferentes mecanismos de ação.

    O terceiro capítulo aborda as várias possibilidades de interações entre herbicidas, ou mesmo com outros produtos aplicados em mistura no tanque do pulverizador, como inseticidas, fungicidas, fertilizantes foliares e adjuvantes.

    No quarto capítulo, detalha-se o uso da agricultura de precisão para o mapeamento de ervas daninhas em uma plantação, a partir de sensoriamento remoto, auxiliando no manejo dirigido da lavoura em relação à aplicação de herbicidas.

    Por fim, o capítulo 5 explora as formas de remediação de solos contaminados por herbicidas – como biorremediação, fitorremediação, fitoextração, fitoestabilização, fitodegradação, fitovolatilização, entre outras –, que se propõem a reduzir a toxicidade a partir da capacidade inerente de plantas e microrganismos em degradar ou imobilizar os herbicidas. Ambientalmente eficazes e com menor custo, essas ferramentas oferecem a possibilidade de eliminar ou processar contaminantes orgânicos usando atividade biológica natural.

    Apresentando as várias tecnologias modernas para controle dessas plantas de forma clara e didática, Plantas daninhas: avanços tecnológicos é destinado a estudantes de graduação, pós-graduação, técnicos, professores, produtores rurais e a todos os interessados na área.

    À vista por
    (-3% no depósito ou PIX)