Benefícios exclusivos para professores e estudantes. Saiba Mais

Minha lista

Minha lista
de desejos

Carrinho0

Minhas compras

Itens
  • Seu carrinho está vazio :(
Finalizar pedidocontinuar comprando
Todas as Áreas
Editora:
A ideia básica que norteou os autores é a de mostrar ao leitor a experiência acumuladas em aspectos de projeto e construção de barragens em arenitos brandos no Brasil, somando sua própria experiência à de outros tantos profissionais que enfrentaram as dificuldades impostas por esta litologia peculiar.
Ver descrição completa
Zoom na imagemSumárioDegustação

Barragens em arenitos brandos no Brasil - Impresso

Selecione um formato:
  • Capítulos

    Selecionar capítulos
    • Talk

      Selecionar talks

      À vista por (-3% no depósito ou PIX)

      comprar

      Por: R$ 150,00X de no cartão

      À vista por (-3% no depósito ou PIX)

      Opções de Parcelamento:
      • à vista R$ 150,00
      • 2X de R$ 75,00 no cartão sem juros
      • 3X de R$ 50,00 no cartão sem juros
      Outras formas de pagamento
      Estoque máximo!
      Comprar

      Calcular a entrega para impresso

      Alterar
      Não sei meu CEP
      EntregaFretePrazo
      No histórico de construção de barragens, enquanto foi possível, a preferência na seleção de sítios para barramento de rios sempre foi voltada para litologias “duras”, quais rochas graníticas, basálticas, gnáissicas, procurando-se evitar os ambientes de origem sedimentar, especialmente aqueles de matriz arenosa branda.

      Com o tempo, a escassez de sítios para barragens em algumas regiões do País impôs ao meio técnico nacional o desafio de enfrentar as peculiaridades que caracterizam os ambientes de rochas sedimentares brandas, dentre elas os arenitos.

      É possível afirmar que existe hoje um considerável acervo técnico que resulta do aprendizado obtido através de inúmeras experiências, nem sempre bem sucedidas.

      A ideia básica que norteou os autores é a de mostrar ao leitor a experiência acumuladas em aspectos de projeto e construção de barragens em arenitos brandos no Brasil, somando sua própria experiência à de outros tantos profissionais que enfrentaram as dificuldades impostas por esta litologia peculiar.

      Pergunte e veja opiniões de quem já comprou

      Especificação

      AutorCarlos Manoel Nieble, Guido Guidicini, Luiz Guilherme de Mello
      Sobre o AutorCarlos Manoel Nieble é engenheiro de minas, formado em 1966 pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Em 1974, tornou-se mestre em Engenharia, pela mesma instituição, tendo apresentado a dissertação “Segurança nos desmontes com explosivos”.

      De 1967 a 1975 trabalhou no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), onde desenvolveu atividades relacionadas a mecânica de rochas e dinâmica de rochas, atingindo grau de pesquisador-chefe.

      Foi professor assistente da Escola Politécnica da USP até 1975, onde ministrou, para geólogos, engenheiros de minas e engenheiros civis, cadeiras relacionadas a Desmonte e Perfuração de Rochas com Explosivos, Mecânica das Rochas e Geologia de Engenharia.

      Foi presidente da então Associação Brasileira de Geologia de Engenharia (ABGE) entre 1974 e 1976.

      Em 1976 fez, com alguns parceiros, a primeira implosão de edifício do Brasil, a do edifício Mendes Caldeira, na Praça da Sé, em São Paulo. A esta seguiram várias outras, sendo possível ressaltar a do Irmãos Conzo e um edifício no Largo do Machado, no Rio de Janeiro.

      Participou da equipe da Paulo Abib Engenharia, maior empresa projetista e gerenciadora de mineração do país, onde atuou em mecânica de rochas, dinâmica de rochas e mais de 30 barragens de disposição de rejeitos e lamas de mineração.

      Foi consultor de diversos empreendimentos de mineração, entre os quais minas da Vale do Rio Doce, da Ferteco Mineração, e de várias minerações a céu aberto e subterrâneas.

      Foi projetista e consultor das principais hidrelétricas do Brasil e América do Sul e Central, entre elas Itaipu, Tucuruí, Teles Pires e mais de cem outras, além de ter participado dos principais projetos de túneis e de metropolitanos no Brasil. Projetou e acompanhou os desmontes subaquáticos executados para o rebaixamento da calha do Rio Tietê, executado ao longo dos 24km próximos da marginal do Rio Tietê.

      É autor de mais de 150 artigos, sendo mais de 40 em congressos internacionais. Junto com Guido Guidicini, é coautor do livro Estabilidade de taludes naturais e de escavação, editado pela Edgard Blucher em associação com a USP.

      Atualmente, é consultor de risco geológico e dinâmica e mecânica das rochas aplicadas a hidrelétricas, túneis e metropolitanos subterrâneos.


      Guido Guidicini Geólogo pela USP em 1963. Especialista em Geologia de Engenharia. Experiência profissional ininterrupta desde março/1964. Participou de cerca de 200 estudos e projetos de barragens, em sua maioria associados a aproveitamentos hidrelétricos e à construção de açudes no Nordeste.

      Autor de livros sobre diversos temas: a Geologia no projeto de barragens de terra e enrocamento, estabilidade de taludes naturais e de escavação, acidentes em barragens e obras anexas, evolução das barragens de açudes no Nordeste, bibliografia brasileira em Geotecnia.

      Desde 1994 atua como consultor através de sua própria empresa.
      SumárioSumário
      Páginas268
      ISBN978-65-88460-03-0
      Publicação2021
      Formato17 x 24 cm
      EncadernaçãoCapa dura
      Edição1

      Títulos Relacionados

      Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência no site. Ao continuar navegando,
      você está de acordo com as nossas políticas de utilização de cookies.


      Carregando...