William Tse Horng Liu

William Tse Horng Liu, nascido em Tungshiao, Taiwan, em 20 de agosto de 1942, foi premiado várias vezes como estudante padrão e jovem padrão durante o período em que cursou o ensino fundamental e o médio. Em 1956 foi premiado na categoria Excelência Acadêmica com nota A em todas as matérias, um fato inédito na história do Primeiro Colégio Estadual Taichung, onde estudou. Após concluir o bacharelado em Ciência do Solo na Universidade Nacional Chung Hsing, em Taiwan, foi aos Estados Unidos para realizar seus estudos de pós-graduação, obtendo seu mestrado na Universidade de New Hampshire, em Durham, em 1970, e seu Ph.D. na Universidade de Cornell, em Ithaca (Nova York), em 1974.

Ao longo de sua carreira realizou várias visitas internacionais com fins científicos, nas quais proferiu diversas palestras, incluindo aquelas realizadas no International Crops Research Institute for the Semi-Arid Tropics (ICRISAT), em Hyderabad, Índia, onde concluiu os estudos de pós-doutorado; na Divisão das Aplicações Climáticas do NESDIS/NOAA e na Universidade de Missouri em Columbia por duas vezes como parte dos estudos de pós-doutorado; no Satellite Applications Laboratory do NESDIS/NOAA e no World Weather Center, em Camp Springs (Maryland), por duas vezes; no Goddard Space Flight Center (GSFC), da Nasa, em Greenbelt (Maryland); no World Agricultural Outlook Board/USDA, em Washington D.C.; na Universidade Estadual de Colorado, em Fort Collins; no Winand Staring Centre for Integrated Land, Soil and Water Research (SC-DLO), em Wageningen, Holanda; no Instituto Nacional de Tecnologia Agrária (INTA), em Buenos Aires, Argentina; no Serviço Florestal/USDA, em Washington D.C.; no Serviço Geológico em Pequim e Nanquim, China; no Serviço Meteorológico em Xangai, China; no Serviço Meteorológico em Taipei, Taiwan; na Universidade Nacional Chung Yang, em Taiwan; na Universidade de Estrasburgo, na França, e no Centro Nacional de Pesquisas Bioclimáticas, em Avignon, França; na Ducks Unlimited e na Universidade de Tennessee em Memphis, entre outras.

Antes de lecionar na Universidade Nacional Chung Hsing, em Taiwan, trabalhou no Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semi-Árido (CPATSA/Embrapa), em Petrolina, Pernambuco, em 1976. Como coordenador do Programa de Sistema de Produção em Área de Sequeiro do CPATSA, desenvolveu vários sistemas de captação de água para minimizar o risco da perda de produção na região Nordeste brasileira. Em 1978, foi contratado pelo Centro Tecnológico (Cetec) de Minais Gerais, em Belo Horizonte, e desenvolveu o método e produziu os mapas de zoneamento ecológico das culturas energéticas, incluindo cana-de-açúcar, mandioca e sorgo sacarino, para todos os Estados do Brasil em escala de 1:1.000.000. Também desenvolveu os métodos alternativos de previsão da safra agrícola, incluindo modelos estatísticos, modelos de processos fisiológicos e modelos via satélite. Em 1988, foi contratado para lecionar no Departamento de Ciências Atmosféricas do Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo. Criou o Laboratório de Aplicações de Sensoriamento Remoto, desenvolveu as técnicas de previsão de safra agrícola via satélite e executou as validações de métodos de estimativa de parâmetros biofísicos, tais como albedo, temperatura da superfície e balanço de energia da superfície via satélite NOAA em campo. Em 2000, foi contratado pela Universidade Católica Dom Bosco, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e desenvolveu técnicas de previsão de cota, cheias e tendência de erosão da bacia do rio Alto Paraguai (BAP), métodos de zoneamento ecológico-econômico aplicando o modelo de Sistema de Informações Geográficas e modelos de manejo sustentável dessa bacia hidrográfica. Por meio desses vários projetos, foram gerados os mapas da base cartográfica e dos usos atuais do solo da BAP em escala de 1:100.000 e desenvolvidos o plano sustentável de manejo da bacia do rio Miranda e o plano de manejo do Parque Estadual do Rio Alto Taquari.

Tem a honra de ser membro da equipe de revisores da revista internacional International Journal of Remote Sensing desde 2002. Seus trabalhos publicados incluem: revistas nacionais (5), revistas internacionais (11), simpósios e congressos (103), relatórios técnicos (23), capítulos de livros (2), palestras proferidas (44) e publicações em língua chinesa (7).


Livros Publicados