Agricultura e Recursos Florestais

Como a IA, IoT e aplicativos móveis revolucionarão a agricultura

Por Aluízio Borém

A Revolução Verde foi uma iniciativa pioneira que colocou a agricultura na vanguarda e alimentou milhões de pessoas. Se a industrialização da agricultura e iniciativas como a Revolução Verde deram eficiência à agricultura, uma nova onda de avanço tecnológico promete muito mais.

O avanço tecnológico e as agritechs estão mudando rapidamente o cenário agrícola. Inteligência Artificial (IA), aplicativos inteligentes, aplicativos móveis e internet das coisas (IoT) agora estão acessíveis mais do que nunca, e a adoção de tecnologia na indústria agrícola está aumentando. Essa série de mudanças tem diversos benefícios ao tornar a agricultura mais econômica e sustentável, ajudando a impulsionar a produção, aumentando a produtividade e reduzindo os resíduos.

Mãos masculinas segurando tablet em frente a uma plantação de milho.
O avanço tecnológico e as agritechs estão mudando rapidamente o cenário agrícola. Foto: Embrapa/Reprodução

Como a IoT está redefinindo a agricultura

A IoT na agricultura pode ser amplamente dividida em quatro grandes categorias com base em sua aplicação e uso: gerenciamento de resíduos, drones para gerenciamento de campo, máquinas para monitoramento de rotina e sensores de monitoramento de solo.

Sensores agrícolas: Os sensores habilitados para IoT hoje podem fornecer aos agricultores uma análise detalhada da topografia e dos recursos na área desejada. Sensores agrícolas inteligentes podem ajudar os produtores a coletar dados sobre qualidade do solo, temperatura, umidade, concentração de amônia e outras variáveis. Além disso, ajudam no monitoramento do solo em tempo real e fornecem dados sobre condutividade elétrica, pH do solo e teor de matéria orgânica. Também são fundamentais no espaço de criação de animais para acompanhar o tipo de microambiente disponível para o rebanho.

Mulher negra abaixada em campo de plantio com dispositivo de monitoramento de solo.
Sensores agrícolas inteligentes podem ajudar os produtores a coletar dados sobre qualidade do solo, temperatura, umidade, concentração de amônia e outras variáveis. Foto: ©2016CIAT/GeorginaSmith

Casas de vegetação inteligentes: Uma casa de vegetação inteligente habilitada para IoT monitora e ajusta automaticamente vários parâmetros, como iluminação, temperatura, umidade e irrigação. Ela pode ser controlada e monitorada usando IoT e dispositivos conectados, eliminando a necessidade de trabalho manual.

Casas de vegetação com árvores ao fundo.
Casas de vegetação habilitadas para a IoT são capazes de ajustar e monitorar automaticamente vários parâmetros. Foto: Embrapa/Reprodução

Gestão da água: A gestão da água é uma parte crucial da agricultura. Dispositivos baseados em IoT podem fornecer aos agricultores a exigência da lavoura, as condições climáticas e o teor de umidade da terra, ajudando-os a melhorar seu sistema de irrigação.

Rastreamento e gerenciamento de gado: Sensores baseados em IoT podem fornecer pontos de dados detalhados sobre a saúde, o bem-estar, a temperatura, a atividade e os níveis nutricionais dos animais, ajudando assim a reduzir a propagação de doenças.

Agricultura e aplicativos móveis

Os pontos de dados liderados pela Inteligência Artificial (IA) serão um fator decisivo para a agricultura nas próximas décadas. A IA liderou a agricultura de precisão e o manejo agrícola, a prevenção de pragas, robôs agrícolas, a capina automatizada e a identificação da qualidade das culturas, que ajudarão a melhorar a eficiência operacional por meio da cadeia de suprimentos unificada e tornar a agricultura preditiva e inteligente.

A IA também está desempenhando um papel crucial na identificação de sintomas no espaço de criação de animais e ajuda no diagnóstico mais rápido para que o gado não seja afetado por um grande fator e que quaisquer grandes surtos possam ser interrompidos precocemente. Para tirar o benefício completo da tecnologia orientada por IA, o setor agrícola precisa resolver dois problemas: ter melhor infraestrutura digital nas áreas rurais e ter práticas de dados eficazes.

As tecnologias também contribuem para o setor da pecuária. Foto: Embrapa/Reprodução

Aplicativos inteligentes são a próxima fronteira do desenvolvimento na agricultura. À medida que o número de startups de tecnologia agrícola cresce, há uma proliferação de aplicativos inteligentes baseados em dispositivos móveis em todo o mundo.

Os aplicativos móveis no espaço agrícola são de vários tipos: lojas agrícolas B2B que fornecem uma plataforma para os agricultores venderem seus produtos a bons preços, aplicativos de rastreamento GPS que fornecem indicadores-chave de desempenho para otimizar os rendimentos e informações ponto a ponto para uma comunidade unida de agricultores que facilitam o compartilhamento de informações e aplicativos de previsão do tempo.

Desafios da aplicação de IA e IoT na agricultura

O sucesso da transformação agrícola orientada por aplicativos inteligentes e IoT e liderada por IA dependerá muito de duas coisas: infraestrutura digital e acessibilidade para os agricultores. Com a rápida transformação digital acontecendo na agricultura, é necessário um esforço consolidado do governo, de ONGs e do setor privado para fornecer soluções centradas no agricultor de ponta a ponta, incluindo educá-lo sobre tecnologia, construir uma infraestrutura digital rural e dar-lhe acesso às mais recentes ferramentas e tecnologias.

Matéria escrita por Aluízio Borém.

Livro sobre novas tecnologias na agricultura chega à Ofitexto

Publicado pela primeira vez em 2020, Agricultura Digital é uma obra inédita na área da agricultura e chega à segunda edição em nova casa editorial com conteúdo atualizado.

O livro é dividido em 17 capítulos, que abordam de forma detalhada as evoluções mais recentes das tecnologias de processamento e transmissão de dados, monitoramento e inteligência artificial voltadas para a otimização dos processos agrícolas. 

Totalmente ilustrado, com a presença de tabelas, mapas e gráficos que contribuem para a compreensão do material apresentado, Agricultura Digital se propõe a ser um guia completo sobre as mais recentes e constantes transformações em curso no campo e suas implicações na produção, na coleta e na análise de dados e na otimização de processos agrícolas.

Por fim, Agricultura Digital apresenta o estudo do caso da SLC Agrícola, que teve resultados positivos a partir da adoção das tecnologias de uso de dados aplicadas à agricultura. A obra conta, também, com um glossário que visa esclarecer os principais termos relacionados a essa área.

Capa de Agricultura digital com a ilustração de uma área circular colorida em verde, vermelho e amarelo e um par de mãos segurando um tablet que reproduz a mesma imagem.
Capa do livro Agricultura Digital.

Para saber mais