O sistema computacional para estruturas de concreto

Todas as etapas de um projeto, desde a concepção estrutural, são amplamente influenciadas pelo uso de um software. Entenda a seguir sua importância!

A informática em geral está cada vez mais presente no nosso dia a dia. É um fato incontestável. Novos computadores, softwares e aparelhos são desenvolvidos e lançados com uma velocidade incrível.

Ignorar a existência dessa realidade e de seus benefícios é certamente um enorme retrocesso. Nos dias de hoje, é praticamente impossível elaborar projetos sem o uso de um sistema computacional. O nível de produtividade exigido é muito grande.

Todas as etapas de um projeto, desde a concepção estrutural, passando pela análise estrutural, dimensionamento e detalhamento, até a impressão de desenhos, são amplamente influenciadas pelo uso de um software.

Vantagens

A utilização de uma ferramenta computacional, quando feita de maneira responsável e criteriosa, traz enormes vantagens à elaboração de um projeto, tais como produtividade, qualidade e segurança.

Até há algum tempo, era impossível calcular um edifício diversas vezes, ou mesmo com mais detalhes e requintes. Os processamentos eram extremamente lentos e muitas simplificações tinham que ser adotadas. Hoje em dia, no entanto, é possível fazer diversas simulações de um mesmo projeto, resultando numa estrutura muito mais eficiente e otimizada.

Formulações adotadas

Todo sistema computacional deve estar baseado em formulações teóricas consistentes. Um software nada mais é que uma aplicação direta dos conceitos introduzidos durante a graduação e a pós-graduação em Engenharia. Não existe nenhuma fórmula “mágica” por trás de uma tela de computador.

Ferramenta auxiliar

É fundamental ter em mente que um sistema computacional destinado à elaboração de projetos estruturais, por mais sofisticado que seja, é apenas uma ferramenta auxiliar. O software é como se fosse uma calculadora de mão com um grau de sofisticação maior. De nada adianta possuí-lo se o operador ou usuário não souber realizar os cálculos que estão por trás da ferramenta.

Tipos de software

É possível classificar os sistemas computacionais destinados à elaboração de projetos estruturais nos seguintes tipos:

  • Software de análise: serve para calcular os esforços e deslocamentos de uma estrutura. Não executa o dimensionamento das armaduras nem gera as plantas finais. Usual para análise de projetos de estruturas de grande porte.
  • Software de desenho: serve para gerar desenhos genéricos, não direcionados exclusivamente para a Engenharia Civil. São os softwares chamados de CAD.
  • Software de dimensionamento/verificação de elemento isolado: serve para dimensionar um elemento (viga, pilar ou laje) de forma isolada da estrutura. Ideal para fazer rápidas verificações.
  • Sistema integrado: abrange todas as etapas do projeto. Calcula a estrutura, dimensiona e detalha as armaduras, gera e imprime os desenhos finais. É o tipo de software mais utilizado para projetar edifícios de concreto.

Tudo a ver

Está disponível em nosso lojão o livro Informatica aplicada a estruturas de concreto armado – 2ª Edição, que traz uma nova seção sobre a utilização do BIM (Building Information Modeling), com exemplos práticos de aplicação no projeto de estruturas de concreto. A apresentação dos exemplos passo a passo também foi atualizada e reformulada de modo a facilitar sua consulta.