Geodiversidade: uma breve discussão sobre o termo

geodiversidade
(Imagem: Divulgação)

Como geodiversidade, entende‑se a variedade de ambientes geológicos, fenômenos e processos ativos geradores de paisagens, rochas, minerais, fósseis, solos e outros depósitos superficiais que constituem a base para a vida na Terra (Royal Society for Nature Conservation/UK – Stanley, 2000).

Nesse contexto, ela pode ser entendida como a variedade de elementos geológicos que suportam a vida e funcionam como substrato para o desenvolvimento humano. Suplementa a noção corrente de biodiversidade como mais um elemento do meio natural a ser avaliado na caracterização de um dado território, seja para protegê‑lo, seja para ordenar sua ocupação ou uso.

Leia também

Geoturismo, geodiversidade e geoconservação: Entrevista

Geoturismo, geodiversidade e geoconservação: Entrevista (part. 2)

Paleoparks: heranças da história da Terra

Segundo o Prof. Dr. Murray Gray, Geógrafo  e  professor  emérito  da  Escola  de  Geografia da Queen Mary University of London (Inglaterra), atestou em 2004 a geodiversidade é o equivalente abiótico da biodiversidade e pode ser definida como a variedade natural (diversidade) de feições geológicas (rochas, minerais, fósseis), geomorfológicas (paisagens, processos) e de solos.

Essas duas definições são consideradas clássicas. No entanto, existe uma ampla gama de autores que se dedicaram a conceituar o termo, com o intuito de cartografá‑la. O Quadro 1.1 apresenta uma síntese de diversas definições encontradas na literatura especializada.

Pode‑se observar que os fenômenos e processos geológicos (e, em menor proporção, os geomorfológicos e geográficos, nessa ordem) são os mais atribuídos aos conceitos vinculados à origem da geodiversidade. Observa‑se também que alguns autores têm ampliado o alcance original do conceito de geodiversidade, incluindo processos antrópicos àqueles pertinentes à geodiversidade.

Com base nesse entendimento, os locais classificados como paisagem cultural e depósitos tecnogênicos, por exemplo, estariam inseridos nesse conceito. Entretanto, rochas, paisagens e solos são as unidades formadoras mais citadas.

Quadro 1.1

Matéria publicada em 4.3.2020


Tudo a ver

geoturismo-geodiversidade-geoconservação-capa

Geoturismo, geodiversidade e geoconservação trata dos principais atributos dessa forma de turismo, destacando a importância do patrimônio geológico, a cartografia da geodiversidade, o papel do solo, os fósseis e avançando na implementação dos conceitos em geoparks, visitação em trilhas e o papel das comunidades locais.