Como validar um cronograma de obra


Investimento

R$0,00

Carga horária

50 min

Objetivo

Aldo Dórea Mattos apresenta nesta palestra on-line como validar um cronograma de obra e por que se faz isso errado.

Aborda os seguintes tópicos:

• Importância do cronograma sob o ponto de vista do Contratante e do Contratado;

• As quatros características básicas que um cronograma deve ter:

• Duas etapas: plano de ataque e cronograma (passos da validação do plano de ataque e do cronograma);

• Boas práticas internacionais e diversos exemplos reais.

 

[Atenção: Esta palestra é gravada. Você terá acesso ao vídeo da apresentação após concluir o processo de inscrição. Assim que confirmarmos sua inscrição, você deverá acessar esta página com seu login e senha e clicar no botão Material exclusivo para visualizar o conteúdo. O acesso ao vídeo e ao material ficará disponível por até 3 meses!]

Público-alvo

O tema abordado é de interesse de profissionais e estudantes de engenharia.

Carga horária: 50 min

Investimento: R$0,00

Aldo Dórea Mattos

  • Engenheiro Civil e Advogado (UFBA);
  • Mestre em Geofísica (UFBA);
  • Experiência em grandes projetos de infraestrutura de energia, transportes, hidráulica, saneamento e habitação no Brasil, Estados Unidos, África do Sul, Moçambique, Peru, Egito, Trinidad e Tobago e Costa Rica;
  • Consultor de planejamento e gerenciamento de obras para diversas empresas públicas e privadas;
  • Diretor para a América Latina da Association For The Advancement Of Cost Engineering (AACE – www.aacei.org);
  • Certificado como Certified Cost Professional (CCP) pela AACE;
  • Certificado como Project Management Professional (PMP) pelo PMI;
  • Titulado como Member (MRICS) pela Royal Institution Of Chartered Surveyors (RICS);
  • “Engenheiro de Custos do Ano” (2014), distinção concedida pelo IBEC;
  • Palestrante e instrutor de cursos (7.000+ participantes em vários países);
  • Autor de diversos artigos em revistas especializadas e congressos internacionais;
  • Professor do MBA em Gerenciamento de Projetos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e da Fundação Instituto de Administração (FIA);
  • Diretor da Dórea Mattos Engenharia.